Home / Brasil e Mundo / Homem que queria ser mulher morre após cobrir sua virilha com líquido inflamável e atear fogo na região

Homem que queria ser mulher morre após cobrir sua virilha com líquido inflamável e atear fogo na região

157

Um homem que queria se tornar mulher morreu depois de cobrir sua virilha com um líquido inflamável e atear fogo em si próprio, de acordo com o que uma investigação apontou.

Matthew Eyre, de 41 anos de idade, foi encontrado em uma rua em Maidstone, Kent, no Reino Unido, há mais de 8 quilômetros de sua casa.

Ele sofria de depressão e estava confuso sobre seu gênero no momento de sua morte.

Uma carta encontrada no local dizia que o homem tinha a intenção de mudar seu nome, passando a se chamar Lysinthea Teserosa loane.

Matthew Eyre, um homem de 41 anos que queria ser mulher, morreu depois de cobrir sua virilha com líquido inflamável e atear fogo sobre sua genitália.

De acordo com a investigação, Matthew, que tinha uma leve dificuldade de aprendizado, havia falado sobre se sentir deprimido, solitário e suicida, nos anos que antecederam a sua morte.

Ele passava a maior parte seu tempo no quarto, jogando videogames e assistindo a filmes. Quatro anos antes de morrer ele havia revelado a um médico que desejava viver como uma mulher e que até já tinha comprado roupas femininas.

Meses antes da morte Matthew informou a uma assistente social que estava se sentindo suicida, mas que não iria tirar a própria vida e que poderia racionalizar seus pensamentos.

Ele não tinha acompanhamento psiquiátrico e a legista Patricia Harding registrou um veredito aberto para a morte.

Além disso, verifique

Cantor sertanejo Marciano, da dupla com Milionário, morre aos 67

Share this on WhatsApp Morreu na madrugada desta sexta-feira (18), aos 67 anos, o cantor ...

Deixe um Comentário