Home / Destaque / Mulheres bebem mais do que homens no Carnaval de Salvador

Mulheres bebem mais do que homens no Carnaval de Salvador

IMG-20160209-WA0011-e1455050218983

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, do total de 515 ocorrências até aqui, 57% dos pacientes atendidos por alcoolemia são do sexo feminino. No geral, houve um decréscimo de 12% do número total de ocorrências nesse quesito quando comparado ao mesmo período do ano passado, e uma das razões para isso é que a Prefeitura intensificou a fiscalização sobre bebidas que são proibidas por conterem alucinógenos.

“Os casos de embriaguez estão diminuindo, mas as mulheres ainda são as mais acometidas pelo uso em excesso de álcool. As mulheres são mais afeitas à utilização de bebidas mais adocicadas e, logicamente, que a indústria também já descobriu isso e começou a comercializar coquetéis gelados com índice de teor alcoólico muito maior que por exemplo as cervejas de um maneira geral. Isso faz com que as pessoas tenham um processo de intoxicação mais rápida”, analisou o secretário municipal de Saúde, José Antonio Rodrigues Alves.

Esses dados reforçam uma pesquisa do Ministério da Saúde, realizada em 2011, que revelou Salvador como a capital brasileira onde mais se consome bebidas alcoólicas de forma excessiva, principalmente entre as mulheres. De acordo com o estudo, as soteropolitanas são as que mais bebem em todo o país e os homens ocupam o segundo lugar deste ranking nacional.

Além disso, um dos últimos estudos feitos sobre o assunto no Brasil pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apontou que em seis anos – entre 2006 e 2012 – o número de mulheres que bebem álcool subiu de 29% para 39%.

Além disso, verifique

ITABUNA: MORRE EX-VEREADOR CARLITO DO SARINHA

Share this on WhatsApp O ex-vereador Carlito do Sarinha morreu neste domingo (23) no Hospital ...

Deixe um Comentário