Home / Destaque / Greve de terceirizados suspende aulas em Ilhéus; servidores protestam

Greve de terceirizados suspende aulas em Ilhéus; servidores protestam

greve-aulas

A greve dos servidores estaduais terceirizados na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, que já dura quase 50 dias, está interferindo no calendário letivo. Algumas escolas encurtaram o tempo das aulas, enquanto outras unidades de ensino suspenderam as atividades. Nesta quinta-feira (7), servidores realizaram um protesto na cidade contra o atraso no pagamento dos salários, motivo da paralisação.

O ato contou com a participação de merendeiras, porteiros, profissionais de limpeza e administrativos e teve o apoio de estudantes. Os servidores também reclamam que as empresas responsáveis pelos pagamentos também não estão em dia com benefícios como vale alimentação e vale-transporte dos trabalhadores.

Com a paralisação, o lixo das escolas não está sendo recolhido, e as atividades administrativas estão paradas. Algumas unidades reduziram a duração das aulas de 50 minutos para 30 minutos, enquanto outras escolas fecharam as portas.

Durante reunião em Salvador com representantes da Secretaria Estadual de Educação e do sindicato dos terceirizados, a empresa AML se comprometeu a pagar até esta sexta-feira (8) uma parte da dívida referente aos salários em atraso e também aos benefícios. O restantes deve ser pago até o dia 20.

As empresas Sandes e Basetec não participaram da reunião, alegando não saber se terão o contrato renovado. A reportagem não conseguiu contato com as empresas. No caso das dívidas trabalhistas da empresa Locserv, também motivo de reclamação por parte dos servidores, a Secretaria da Educação do Estado disse que espera resolver a situação até a próxima semana

Além disso, verifique

ITABUNA: MORRE O MÉDICO DR. CARLOS MATTEDI

Share this on WhatsApp O médico endocrinologista Carlos Mattedi faleceu na madrugada desta quarta-feira, 17, ...

um comentário

  1. Nota de Esclarecimento

    Em relação ao pagamento dos trabalhadores terceirizados que prestam serviço nas escolas da rede estadual de Ilhéus e Itabuna, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia informa que:

    – Já notificou oficialmente as empresas que ainda apresentam pendências para regularizar os pagamentos dos seus funcionários.

    – A empresa AML garantiu que concluirá os pagamentos até esta sexta-feira (08/04).

    – A Sandes informou que deve apenas o auxílio alimentação e concluirá os pagamentos até segunda-feira (11/04).

    – Em relação à empresa Locserv, a Secretaria da Educação esclarece que o contrato foi encerrado no dia 29 de fevereiro. A Secretaria da Educação efetuará o pagamento direto dos funcionários da empresa após validação da documentação do processo de pagamento pela Procuradoria Geral do Estado.

    Assessoria de Comunicação
    Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *