Home / Destaque / Dois estudantes de agronomia são flagrados com plantação de maconha no quintal de casa

Dois estudantes de agronomia são flagrados com plantação de maconha no quintal de casa

1xzum67c7v_6jlrmxtj3f_file

Na quinta-feira (7), os investigadores da Delegacia Territorial de Cruz das Almas, cidade localizada a 146 km de Salvador, apreenderam mais de 15 pés de maconha que vinham sendo cultivados no quintal de um imóvel, no bairro Inocoop.

Os policiais receberam uma denúncia anônima e, ao conferi-la, encontraram a droga plantada em caqueiros plásticos e latas de alumínio, nos fundos da casa na rua Álvaro Chiacchio.

De acordo com o delegado Cristóvão Eder Maia de Oliveira, titular da DT/Cruz das Almas, no local residem os estudantes de agronomia da UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia) Geraldo Augusto Mendes Netto dos Santos e Ricardo da Cruz Ferreira, ambos de 28 anos. Mais 44 gramas de folhas de maconha secas, prontas para consumo também foram apreendidas.

Geraldo e Ricardo admitiram serem usuários de maconha e disseram que a plantação era para consumo apenas deles. Ambos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência, foram liberados e vão responder à Justiça por cultivo de planta destinada à preparação de pequena quantidade de substância entorpecente, com base no artigo 28, da Lei de Tóxicos.

Esta é a segunda <strong><a href=”http://noticias.r7.com/bahia/empresario-e-engenheiro-sao-presos-cultivando-maconha-clonada-na-bahia-06042016″>descoberta de cultivo de maconha em uma residência feita pela policia</a></strong>, nesta semana, no mesmo bairro de Cruz das Almas. Na terça-feira (6), Victor Sales, que trabalha na UFRB, e Ricardo Santana, proprietário de uma casa de shows, mantinham uma estufa com 250 pés de maconha e acabaram presos em flagrante em uma operação conjunta.

Na quinta-feira (7), os investigadores da Delegacia Territorial de Cruz das Almas, cidade localizada a 146 km de Salvador, apreenderam mais de 15 pés de maconha que vinham sendo cultivados no quintal de um imóvel, no bairro Inocoop.

Os policiais receberam uma denúncia anônima e, ao conferi-la, encontraram a droga plantada em caqueiros plásticos e latas de alumínio, nos fundos da casa na rua Álvaro Chiacchio.

De acordo com o delegado Cristóvão Eder Maia de Oliveira, titular da DT/Cruz das Almas, no local residem os estudantes de agronomia da UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia) Geraldo Augusto Mendes Netto dos Santos e Ricardo da Cruz Ferreira, ambos de 28 anos. Mais 44 gramas de folhas de maconha secas, prontas para consumo também foram apreendidas.

Geraldo e Ricardo admitiram serem usuários de maconha e disseram que a plantação era para consumo apenas deles. Ambos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência, foram liberados e vão responder à Justiça por cultivo de planta destinada à preparação de pequena quantidade de substância entorpecente, com base no artigo 28, da Lei de Tóxicos.

Esta é a segunda descoberta de cultivo de maconha em uma residência feita pela policia, nesta semana, no mesmo bairro de Cruz das Almas. Na terça-feira (6), Victor Sales, que trabalha na UFRB, e Ricardo Santana, proprietário de uma casa de shows, mantinham uma estufa com 250 pés de maconha e acabaram presos em flagrante em uma operação conjunta.

Além disso, verifique

Três são denunciados pelo MP-SP sob suspeita de matar Vitória

Share this on WhatsApp O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) denunciou nesta segunda-feira (16) ...

Deixe um Comentário