Home / Política / Antonio Imbassahy vai assumir Secretaria de Governo de Temer, diz jornal

Antonio Imbassahy vai assumir Secretaria de Governo de Temer, diz jornal

rtemagicc_06c4b64b0a-jpg

Líder do PSDB na Câmara, o deputado federal Antonio Imbassahy deve assumir a Secretaria de Governo do presidente Michel Temer. De acordo com o jornal O Globo, o anúncio seria feito nesta quinta-feira (8), mas por problemas de agenda foi deixado para a próxima segunda-feira (12). O cargo está vago desde que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) pediu demissão.

Em conversa com O Globo, o secretário-Geral do PSDB, Sílvio Torres, disse que o anúncio poderia sair hoje. Imbassahy já havia conquistado apoios importantes da cúpula do PSDB, como o do senador Aécio Neves, um dos responsáveis por costurar o acordo com o o Palácio do Planalto.

Já o líder o governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) afirmou que a ida do baiano para o cargo no governo seria um reforço importante na articulação política, como na Câmara dos Deputados, onde grupos da base aliada do governo Temer disputam a presidência.

“Imbassahy é um líder altamente qualificado, está saindo fresquinho da Câmara, onde a articulação é mais delicada, conduz muito bem a bancada, conhece a administração pública, o que é muito importante”, disse Aloysio.

Hoje, o presidente Michel Temer nomeou seis novos vice-presidentes da Caixa Econômica Federal e exonerou dois, conforme decretos publicados no Diário Oficial da União (DOU). As mudanças ocorrem seis meses depois de Gilberto Occhi assumir o comando do banco e, segundo o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, antecipou ontem, atendem a pedidos do PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSB.

Deixaram os cargos Joaquim Lima de Oliveira (Tecnologia da Informação) e Paulo José Galli (Governo) e foram nomeados Arno Meyer, José Antonio Eirado Neto, Marcelo Campos Prata, Paulo Henrique Angelo Souza, Roberto Derziê de Sant’anna e Deusdina dos Reis Pereira, esta responsável exclusivamente pela gestão das loterias e dos fundos instituídos pelo governo federal, incluído o FGTS.

Além disso, verifique

Três ex-prefeitos de Buerarema são alvos do MPF por irregularidades em prestação de contas

Share this on WhatsApp O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar três ex-prefeitos da cidade ...

Deixe um Comentário