Home / Política / Dia Nacional dos Animais: José de Arimateia realiza Sessão Especial e Feira de Adoção Animal

Dia Nacional dos Animais: José de Arimateia realiza Sessão Especial e Feira de Adoção Animal

foto-plenário
A população será contemplada, nesta quinta-feira (dia 16), às 15 horas, com mobilizações idealizadas para marcar o Dia Nacional dos Animais, celebrado anualmente no dia 14 de março. A abertura do evento contará com uma Feira de Adoção Animal, que acontece pelo terceiro ano consecutivo no Parlamento baiano. A ação, proposta pelo deputado estadual José de Arimateia (PRB-BA), é pioneira, pois nenhuma outra Assembleia Legislativa do Brasil havia realizado uma mobilização semelhante antes.
A Feira será realizada no estacionamento da ALBA e promete reunir cerca de 15 cães e gatos, em parceria com a Organização Não Governamental (ONG) Célula Mãe. Em seguida, acontecerá a Sessão Especial, no Plenário da Casa, para discutir o tema em questão de forma minuciosa. As ações priorizam destacar a atual situação dos animais no estado da Bahia, assunto também relacionado a um problema de saúde pública, que afeta o meio ambiente, a população dos animais e seres humanos.
Este ano, o parlamentar incluiu na pauta de discussão assuntos como: adoção responsável, o bem-estar e maus tratos a equinos na Bahia, além de contar com a apresentação do responsável Técnico da Associação Nacional dos Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (ANCLIVEPA), Wilson Grasse Junior.  Ele apresentará o modelo do Hospital Público Veterinário implantado em algumas cidades de São Paulo.
De acordo com informações de José de Arimateia, umas das grandes expectativas da cerimônia é chamar a atenção do Governo do Estado para a aprovação do Projeto de Lei 20444/2013, de sua autoria, que obriga o atendimento veterinário gratuito aos animais da população carente em todo o Estado, além da sua Indicação para a construção de um Hospital Público Veterinário na Bahia.
O parlamentar falou sobre a importância da sensibilidade e maior empenho do governador Rui Costa (PT). “Esta minha Indicação foi encaminhada desde o ano de 2012, ainda no governo de Jaques Wagner. São mais de 100 mil animais que vivem abandonados na capital baiana, entre cães e gatos. Já no Brasil, de acordo com informações da Organização Mundial de Saúde (OMS), 30 milhões moram nas ruas. A situação é emergencial, digna de uma atenção diferenciada”, ressaltou o deputado.
Defensor assíduo da causa, o parlamentar entregou na Assembleia, no último mês de fevereiro, dois Projetos de Lei. Um foi criado com a finalidade de instituir o “Disque Denúncia de Maus Tratos aos Animais” no âmbito do Estado da Bahia. O outro determina o pagamento de multa aos atos de crueldade cometidos contra animais. “A ideia é criar um mecanismo para formalizar as denúncias e centralizá-las num mesmo setor, oferecendo à sociedade dados importantes, impondo às autoridades competentes a necessidade de apurar as ações e punir os responsáveis”, explicou Arimateia.
Para o evento, foram convidadas mais de trezentas pessoas, entre elas estudantes, ativistas e simpatizantes da causa animal, veterinários, Associações Protetoras dos Animais e outras autoridades.

Além disso, verifique

Azevedo tem vantagem, mas disputa mostra acirramento em Itabuna

Share this on WhatsApp Uma pesquisa realizada pelo Bahia Notícias e a Séculus Análise e ...

Deixe um Comentário