Home / Destaque / Passageiro morre em assalto a ônibus na Avenida Paralela

Passageiro morre em assalto a ônibus na Avenida Paralela

O pintor Djalma Paixão Ferreira, 42 anos, foi baleado e morto durante um assalto a ônibus na manhã desta sexta-feira (5) na Avenida Paralela, em Salvador. O crime aconteceu por volta das 6h, na região do Wet’n Wild, sentido Rodoviária, embaixo do viaduto que da acesso à Avenida Orlando Gomes, na região do Bairro da Paz.

Segundo informações da Central de Polícia, testemunhas contaram que três suspeitos entraram no coletivo Integra Plataforma, que fazia a linha Paripe/Aeroporto, e assaltaram os passageiros. Um dos suspeitos fez um disparo que atingiu o pintor que morava em Cajazeiras 2 e trabalhava na Estrada do Coco. O bandido atirou após as vítimas reagirem, rendendo dois dos assaltantes.

“Os assaltantes pegaram o carro no Vila Verde, sentido Aeroporto, e o assalto começou lá, e trouxeram o carro para cá mas eles não queriam parar aqui. O ônibus estava cheio e os passageiros pegaram dois (bandidos) aqui no meio do ônibus. O que estava armado falou que ia atirar para os passageiros soltarem os dois e atirou. Não sei se foi o primeiro, o segundo ou o terceiro tiro que pegou no passageiro. Ele estava aqui orando pedindo perdão a Deus”, contou o motorista do ônibus em entrevista ao repórter Vanderson Nascimento, da TV Bahia.

O passageiro atingido, segundo a polícia, chegou a descer do ônibus cambaleando e caiu sem vida na avenida. Os suspeitos fugiram logo após o crime. Ainda não há informações se outros passageiros ficaram feridos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Em nota, a Polícia Militar informou que o passageiro teria reclamado sobre crimes cometidos contra pessoas pobres quando um dos três criminosos atirou contra o passageiro que morreu no local. “Uma viatura da 82ª CIPM realizava abordagens a coletivos em outro ponto da Paralela e chegou ao local 5 minutos após ser acionada. A unidade realizou buscas no matagal por onde os três criminosos fugiram, mas não até o momento não foram localizados”, explicou a polícia.

Entre 1º de janeiro e 17 de abril deste ano o Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) registrou um aumento de 14% no número de assaltos a ônibus. Nesse período 800 coletivos foram assaltados na capital, enquanto em 2016, até a mesma data, o número foi de 710 ônibus assaltados. O site da Secretaria da Segurança Pública não disponibiliza mais dados recentes sobre assaltos a ônibus na capital – os últimos são do primeiro trimestre de 2016.

De acordo com a Transalvador os motoristas devem evitar o deslocamento para a região. O trânsito está congestionado no sentido Centro.

Além disso, verifique

Deslizamento de terras no Centro de Itabuna, Juracy Magalhães

Share this on WhatsApp A Polícia Militar foi acionada na noite deste domingo (11) para ...

Deixe um Comentário