Home / Brasil e Mundo / Mulher mata grávida e arranca bebê morto com bisturi

Mulher mata grávida e arranca bebê morto com bisturi

A Polícia Civil de Goiás apresentou a esteticista Suellen Coimbra do Carmo, 27 anos, como assassina confessa de Naiara Silva Costa, 22. O crime, ainda segundo a polícia, foi motivado pelo desejo de Suellen em ficar com bebê de Naiara. De acordo com os policiais que investigaram o caso, a acusada dopou a vítima, em seguida a enforcou antes de usar um bisturi para tentar arrancar o feto mas ele ja estava morto. O crime aconteceu na segunda-feira (26/6), depois de Naiara conhecer Suellen em um grupo no Facebook que reúne grávidas que, em situação econômica vulnerável, precisam de doações. O marido da vítima, Jhemerson Silva de Souza, afirmou que as duas se falavam há três semanas e que a acusada, identificando-se com o nome de Amanda, chegou a visitá-los acompanhada de uma menina de nove anos que disse ser sua filha. 

Na segunda-feira, Suellen voltou a Goiânia para encontrar Naiara e levá-la até sua casa, em Nerópolis, prometendo que lhe daria um enxoval completo para o bebê. Na esperança de receber as doações, a vítima seguiu até o local onde viria a ser assassinada. 

Suellen contou à polícia que, na ocasião, Naiara manifestou que queria doar o bebê, informação que Jhemerson nega. Contou também que Naiara estava nervosa com as ligações do marido e pediu para tomar um Rivotril, um pesado remédio psiquiátrico tarja preta consumido por Suellen. E que depois de tomar o remédio, a vítima começou a embolar a língua. Suellen, então, decidiu matá-la porque tinha antecendentes criminais e ficou com medo de ser presa caso Naiara tivesse um ataque epiléptico. 

Cova rasa

Naiara morreu enforcada e Suellen então tentou retirar o bebê. Abriu a barriga com um bisturi, desenrolou o cordão umbilical, mas encontrou o feto, de oito meses, já morto. Ainda segundo o testemunho, a assassina ainda teria tentado uma respiração boca a boca no feto. 

Suellen pediu a ajuda de um vizinho, o servente de pedreiro Marcos Pereira, solicitando que ele abrisse uma cova em seu quintal, dizendo que era para que ela plantasse cebola. Porém, depois de cavar o buraco, ele, desconfiado, ligou para a Polícia Militar. Quando os policias chegaram à casa de Sullen encontraram a cova já coberta, mas após uma rápida inspeção encontraram o corpo de Naiara. O corpo do bebê foi achado em uma bacia no interior da residência.

Suellen foi presa em flagrante e, com a repercussão do caso, duas mulheres grávidas procuraram a polícia para relatar que também haviam sido procuradas por ela nas redes sociais.
Compartilhe no facebook 

Além disso, verifique

Médico afirma que pai castrou Michael Jackson quimicamente

Share this on WhatsApp Conrad Murray, médico que trabalhou para Michael Jackson, comentou que o ...

Deixe um Comentário