Home / Policial / Satélite: PF investiga empresário do mundo do axé por desvio de verba de shows

Satélite: PF investiga empresário do mundo do axé por desvio de verba de shows

Empresário que se tornou conhecido no universo da axé music como dono do Camarote Axezeiro e sócio de bandas baianas, Manoel de Andrade Barreto foi o principal alvo da nova fase da Operação Adsumus, deflagrada conjuntamente ontem pelo Ministério Público do Estado e a Polícia Federal. De acordo com informações fornecidas à Satélite por fontes ligadas à investigação, Barreto era o operador de propinas desviadas de contratos para eventos e shows de artistas firmados, sem licitação, com a prefeitura de Santo Amaro na gestão do petista Ricardo Machado (2009-2016). O empresário, cuja identidade estava sob sigilo, foi conduzido coercitivamente e ouvido por promotores de Justiça da cidade, sede da operação.        Bloco de laranjas

O esquema, apontaram investigadores da Adsumus, utilizava uma teia de corrupção formada por empresas de entretenimento em nome de laranjas. Em duas delas – Rede Axezeiro e Central de Bandas -, figuram como proprietárias a mãe e uma irmã do operador. Amigo pessoal do ex-prefeito de Santo Amaro, outro alvo da nova ação, Manoel de Andrade Barreto possui ainda uma rede de farmácias em Salvador e o Haras MAB, em Alagoinhas, premiado pela criação de cavalos da raça quarto de milha. O empresário é suspeito também de repassar propinas originadas de verbas federais nas áreas de Saúde e Educação.

Aspa

“A paralisação é preocupante, mas há déficit na PRF”, Ronaldo Carletto, deputado federal do PP, ao defender reforço de policiais rodoviários

Entrada pela esquerda

A senadora Lídice da Mata (PSB) atrelou os planos políticos para 2018 ao resultado de uma costura articulada entre a cúpula nacional do PT e o ex-governador Jaques Wagner, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico. Cardeais do partido, como o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, insistem para que Wagner dispute uma vaga na Câmara em vez de concorrer ao Senado. A tese é a de que sua presença na chapa proporcional facilitaria a eleição de candidatos a deputado federal pela sigla e impediria a redução da bancada petista no Congresso. Caso Wagner encampe a ideia, Lídice ganha fôlego para brigar por espaço na majoritária.

Ao pé do ouvido

Desde que a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) chegou à Câmara, cinco deputados federais baianos já participaram da série de reuniões entre o peemedebista e parlamentares da base: Paulo Magalhães (PSD), José Carlos Aleluia (DEM), Lúcio Vieira Lima (PMDB), João Carlos Bacelar e José Rocha, ambos do PR.

Sexo forte

Em uma decisão inédita no estado, a Justiça determinou a cassação dos mandatos de seis vereadores de Itacaré com base na lei que destina às mulheres 30% das candidaturas proporcionais. Para o juiz eleitoral Daniel Álvaro Ramos, da 198ª Zona (Uruçuca), houve fraude na montagem da cota feminina nas coligações pelas quais foram eleitos Givaldo da Ambulância e Hamilton Soares (PRB), Miguel da Matinha e Milton Ramos (PSB), José Ribeiro (PCdoB) e Hamilton Paixão (PSDB). Entre as ilegalidades, candidatas inscritas sem autorização pessoal ou apenas para burlar a exigência. Todos eles recorreram ao TRE.

Ponta do lápis

O Programa de Demissão Voluntária lançado pela Limpurb tem como prioridade a adesão de 420 aposentados que ainda trabalham na empresa pública. Nos acordos, a prefeitura planeja gastar até R$ 30 milhões, mas estima economizar com a folha da Limpurb R$ 70 milhões nos próximos quatro anos.

Pílulas

Troca em miúdos A desativação de 33 comarcas no interior levou desconfiança à União dos Municípios da Bahia (UPB). O presidente da entidade, Eures Ribeiro, disse desconhecer os critérios adotados pelo Tribunal de Justiça da Bahia. Ribeiro adiantou que a UPB fará audiência pública no próximo dia 24 para que a Corte esclareça os parâmetros escolhidos. 

Feitiço virado Após apoiar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, o movimento Vem Pra Rua no estado vai pressionar deputados baianos a votarem pela saída de Michel Temer . No mesmo compasso, organiza atos contra o governo e de apoio à Lava Jato. 

Outro rumo Ex-coordenador de Relações Internacionais e Esportivas da Bahia para a Copa, Marco Antonio Rocha Costa desistiu de ser assessor técnico na Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia. Argumentou que está bem na prefeitura de São Sebastião do Passé.

Além disso, verifique

IMAGENS FORTES: Vídeo de jovem sendo torturado por facção em Teixeira de Freitas é vazado em redes sociais

Share this on WhatsApp Teixeira de Freitas: Um vídeo está circulando nas redes sociais em ...

Deixe um Comentário