Home / Educação e Cultura / Procura-se o futuro do Brasil

Procura-se o futuro do Brasil

Não conseguimos entender como a violência vem tomando grandes proporções nesse país e pouca coisa é feita para barrar essa situação. Mas entendo que poderia ser diferente se houvesse boa vontade de quem comanda tudo por aqui. Os armários dos fóruns abarrotados de processos, a briga pelo poder que se torna primordial para a maioria dos políticos em Brasília e a falta de atenção dispensada as forças de segurança, dão a sensação de que nada mais presta neste país. Outra conclusão é de que todos eles buscam defender os seus próprios interesses.

Neste turbilhão de práticas inaceitáveis para uma nação que usa o discurso da moralidade para sair das crises financeira e política, a população carrega nas costas todos os efeitos dos atos de corrupção e da falta de boa vontade para uma real mudança. Em busca do tão falado Novo Rumo, as mulheres de policiais militares do Espírito Santo vão aos quartéis e impedem o policiamento de sair para patrulhar as ruas. E como resultado: saques; roubos; assaltos; furtos e mais de 100 mortos. Garantia de condições de trabalho e reajuste salarial fazem parte da pauta de reivindicações. O governo observa de longe e só depois do estrago na sociedade, envia meia dúzia de membros da Força Nacional e das Forças Armadas para o estado.

Por outro lado, o governo daquele estado diz tratar – se de um movimento político e ameaça punir os policiais. Na contra – mão de tudo isso, fica a população refém dos bandidos que aterrorizam. O exemplo da cidade de Vitória, capital do Espírito Santo, começa a ganhar força no país e o Rio de janeiro se pronuncia através dos familiares de policiais que tomam a mesma decisão. Em muitas vezes, os policiais são levados de helicóptero para os locais de trabalho e como consequência, o medo e o pânico tomam conta da população.

Os casos ocorridos no Espírito Santo e no Rio de Janeiro demonstram a insatisfação desses policiais que por mais brasileiros que sejam, estão com os nervos à flor da pele por não suportarem mais tantos atos de corrupção no país e que refletem na pele do cidadão. Essa situação, é o rescaldo das inúmeras denúncias sobre os envolvidos e acusados na Operação Lava Jato. O governo até que tenta amenizar os ânimos ao afirmar que os denunciados pela Procuradoria Geral da República serão afastados do poder.

Mas como os processos são longos, o povo brasileiro clama por celeridade na expectativa de ver alguém realmente cumprindo pena, devolvendo o dinheiro levado e pedindo desculpa a nação. Alguns empresários, políticos, marqueteiros e funcionários de empresas envolvidas nos escândalos até já estão presos. O ideal é que continuem e assim perceberemos que o Brasil está sendo passado a limpo e, aos poucos, se livre da corrupção e dos seus corruptores. Sabemos que para o êxito total desta nação, precisamos também fazer uma limpa nas gavetas dos fóruns para acelerar os processos de pessoas comuns. Qualificar e pagar bem aos policiais, médicos e professores fazem parte do contexto de um Brasil melhor.

*Noel Tavares é graduado em Secretariado Executivo e em jornalismo e pós-graduado em jornalismo Cultural.

Além disso, verifique

ENEM: estudantes têm até hoje para fazer inscrição

Share this on WhatsApp Termina hoje (18) às 23h59 (horário de Brasília) o prazo para ...

Deixe um Comentário