Home / Policial / Dupla identificada na morte de criança de 10 anos se apresenta na DHPP

Dupla identificada na morte de criança de 10 anos se apresenta na DHPP

No final da tarde desta segunda-feira (11-12-17), por volta das 16h30, os dois homens suspeitos de terem participação na morte da garota Aryana, se apresentou na Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), negando suas participações. A dupla identificada como: João Vitor Rosário Barreto, 19, Julio Cesar Catureba dos Santos, 20, ambos, morador no bairro Liberdade, estava acompanhada com o Advogado Guga Leal.
O advogado Guga Leal, disse, que seus clientes lhe procuraram, informando que estavam com seus nomes e imagens sendo divulgadas através de redes sociais como autores da morte da garota Aryana. “Ai resolveram me procurar, aqui questionei suas participações, porém, afirmaram que não tinham participação”.
“O Julio Cesar disse que no dia do crime, não estava aqui na cidade, estava em Salvador e João Vitor, disse que estava na casa da companheira, que mora no bairro Tomba. Estamos apresentando ele ao delegado Gustavo Coutinho, para que tire toda essa duvida. Nosso trabalho é esse de defender, mas também fizemos questão de perguntar se participaram ou não, como negaram, ai estamos fazendo sua apresentação aqui nesta delegacia”, contou Guga.
O delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) e responsável pelas investigações do homicídio que vitimou a garota Aryana, disse que tem 100% de que a dupla é acusada de cometer o crime, negaram aqui, com certeza porque estava na companhia do advogado.
“Os dois se apresentaram na tarde desta segunda-feira, João Vitor e o julho Cesar, eles são autores do homicídio contra a garotinha Aryana de 10 anos, que ocorreu na última quarta-feira no bairro Liberdade. Negaram, já que estava na companhia do advogado, porem o conjunto probatório, que reúne todas as provas indicam que foram eles os autores”.
“Ouvimos, a mãe da vitima, que contou com detalhes, reconheceu eles como autores, já que residem no mesmo bairro e também, ouvimos a mãe de um dos menores que participou do crime, onde ela confirmou que seu filho estava na companhia de João Vitor e Julio Cesar e outro menor, outra coisa também que nos ajudou na elucidação desse crime foi a forma como ocorreu o interrogatório aqui”, explicou o delegado.

Motivação
Gustavo Coutinho, afirmou também que durante a elucidação descobriu qual foi o motivo que os criminosos foram até a residência para matar o Rafael, irmão da garotinha. “Quem mandou foi o presidiário Antonio Marcos Almeida de Oliveira, o marquinhos, que está no presídio por tráfico de drogas. Rafael teria matado o irmão de marquinhos e ele queria vingar a morte do irmão”.
“São quatro envolvidos, esses maiores que se apresentaram aqui e dois menores, porém, não podemos falar detalhes desses menores. Queremos deixar bem claro, que um fato como esse, não se deve ficar impune, principalmente quando ocorre vitimando crianças. Estamos fazendo o trabalho bem feito, adquirindo todas as provas, elucidando o crime com riquezas de detalhes para que não deixasse nenhuma brecha, para que no futuro o advogado não venha solicitar a revogação da prisão. Vamos juntar tudo e com certeza solicitaremos as prisões preventivas e elas serão decretadas”, finalizou o delegado.
A Covardia
A garota Aryana de Jesus Viena, de apenas 10 anos foi assassinada com tiro na noite de quarta-feira (06-12-17), no interior da residência onde morava localizada na Rua Leovigildo Lacerda, no bairro Liberdade, em Feira de Santana. Ela foi cruelmente assassinada por cinco assassinos.
Segundo informações de familiares da vitima, a criança e outros familiares como a mãe estavam todos no interior da casa, quando os cinco criminosos, chegaram a procura do irmão de Aryana, identificado como Rafael. A mãe saiu e respondeu que Rafael não estava, mesmo assim, passaram a deflagrar tiros na frente da casa.​

Além disso, verifique

Motorista de micro-ônibus é baleado de raspão durante tentativa de assalto em Salvador

Share this on WhatsApp Um motorista de um micro-ônibus ficou ferido após ser baleado de ...

Deixe um Comentário