Home / Destaque / Escravidão! Mulher resgatada no interior baiano foi explorada por 40 anos

Escravidão! Mulher resgatada no interior baiano foi explorada por 40 anos

Uma mulher que foi explorada por 40 anos como doméstica na cidade de Elísio Medrado (distante 150 km de Salvador) foi resgatada na última quinta-feira (21). A vítima não recebia salário, não tinha folgas e nem férias. Uma força tarefa composta por auditores-fiscais do trabalho, Ministério Público do Trabalho e Polícia Federal foi responsável pela ação, que foi divulgada pela Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRTE/BA) nesta sexta-feira (22).

De acordo com a SRT, como pagamento por realizar as atividades – como lavar pratos, roupas e limpar a casa -, a trabalhadora recebia apenas comida, roupas e remédios. Ela vivia no imóvel onde trabalhava e só deixava o local para resolver questões da suposta patroa, sem ter vida social ou contato com a família. Além disso, ela era também submetida a coação moral, psicológica e por vezes até física.Após a ação, os auditores-fiscais do trabalho emitiram guia de seguro desemprego especial de trabalhador resgatado para a mulher. Serão lavrados os autos de infração cabíveis frente às irregularidades apuradas. A SRT informou ainda que o Ministério Público do Trabalho (MPT) analisará a viabilidade de firmar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) ou ajuizamento ação civil pública em busca da reparação indenizatória pelos danos causados. Os relatórios de fiscalização também serão encaminhados à Polícia Federal, que vai investigar o crime de redução de trabalhadores a condições análogas às de escravidão, previsto no Código Penal.

Além disso, verifique

Veículo do governo é incendiado e manifestante é baleado por PM durante protesto na BR-101

Share this on WhatsApp Um veículo do governo do estado foi incendiado depois que o ...

Deixe um Comentário