Home / Brasil e Mundo / SP: Projetil que atingiu menino na noite de Ano Novo não partiu de arma de suspeito

SP: Projetil que atingiu menino na noite de Ano Novo não partiu de arma de suspeito

O projetil que atingiu o garoto Arthur Aparecido Silva, 5 anos, na noite de Ano Novo, em São Paulo, não saiu da arma do homem apontado como principal suspeito, segundo informações da TV Globo. “Agora, no início da noite, nós recebemos a informação preliminar, do diretor do Instituto de Criminalística, que o exame preliminar deu negativo. Ou seja, o projetil que atingiu e matou o menino Arthur não saiu da arma que estava de posse, na noite de Réveillon, com o suspeito. Com essa negativa desse exame, ele deixa de ser suspeito para a Polícia Civil”, afirmou o delegado Antônio Sucupira Neto, responsável pela investigação do caso.

O disparo que atingiu Arthur na cabeça partiu de revólver calibre 38 – ele brincava no quintal quando foi baleado durante a festa de Réveillon e morreu na tarde da segunda-feira (1º). O suspeito de disparar a arma teria atirado três vezes para o alto na noite do Ano Novo. Ele foi preso, mas já foi liberado na madrugada de quarta-feira (3) após o exame de confronto balístico apontar que o projetil não era o da arma dele. A polícia pretende solicitar ao Instituto de Criminalística uma perícia para determinar a trajetória do projetil. O delegado também aguarda para esta sexta-feira (5) imagens de uma câmera de segurança de um morador da rua. “Estamos para receber umas imagens de uma câmera de segurança na rua. Levantamos na data de hoje que existe essa câmera, o morador estava viajando”, disse.

Além disso, verifique

EUA: Irmãos torturados pelos pais raramente eram vistos na rua, passavam fome e viviam acorrentados

Share this on WhatsApp Os 13 irmãos da Califórnia que, segundo a polícia, passavam fome ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *