Home / Policial / Camaçari: Vídeo mostra acusados de latrocínio sendo obrigados a praticar sexo na cadeia

Camaçari: Vídeo mostra acusados de latrocínio sendo obrigados a praticar sexo na cadeia

Os suspeitos envolvidos no latrocínio do casal Juvenal Amaral Neto, de 57 anos, e Kelly Cristina Amaral, de 44, em Camaçari (veja aqui), foram abusados sexualmente por presos e obrigados a praticarem sexo oral entre si na delegacia que estão detidos. O acontecimento foi filmado por um detento e o vídeo começou a circular pelo WhatsApp nesta quinta-feira (11). Daniel Neves Santos Filho e Carlos Alberto Neres Júnior são acusados de terem invadido a casa das vítimas e, após não conseguirem os R$ 70 mil que pediram, estupraram a mulher e assassinaram o casal. Os corpos de Juvenal e Kelly foram encontrados enterrados no quintal da casa dos dois nesta terça-feira (9) e o corpo da mulher apresentava sinais de mutilação. A dupla vai responder por estupro, latrocínio, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma e corrupção de menores por envolverem outros adolescentes no caso. Os três adolescentes que já foram identificados estão à disposição da Justiça e vão responder por estupro e latrocínio. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou a veracidade do vídeo e declarou que um inquérito já foi instaurado para apurar o dono do aparelho que filmou a cena. Daniel Neves Santos Filho e Carlos Alberto Neres Júnior tiveram prisão preventiva decretada e serão encaminhados para outra delegacia.

Além disso, verifique

Ilhéus registra três homicídios em menos de 24 horas

Share this on WhatsApp Jorge Mário Borges dos Santos, 35 anos, foi assassinado na madrugada ...

Deixe um Comentário