Home / Policial / Camaçari: Vídeo mostra acusados de latrocínio sendo obrigados a praticar sexo na cadeia

Camaçari: Vídeo mostra acusados de latrocínio sendo obrigados a praticar sexo na cadeia

Os suspeitos envolvidos no latrocínio do casal Juvenal Amaral Neto, de 57 anos, e Kelly Cristina Amaral, de 44, em Camaçari (veja aqui), foram abusados sexualmente por presos e obrigados a praticarem sexo oral entre si na delegacia que estão detidos. O acontecimento foi filmado por um detento e o vídeo começou a circular pelo WhatsApp nesta quinta-feira (11). Daniel Neves Santos Filho e Carlos Alberto Neres Júnior são acusados de terem invadido a casa das vítimas e, após não conseguirem os R$ 70 mil que pediram, estupraram a mulher e assassinaram o casal. Os corpos de Juvenal e Kelly foram encontrados enterrados no quintal da casa dos dois nesta terça-feira (9) e o corpo da mulher apresentava sinais de mutilação. A dupla vai responder por estupro, latrocínio, ocultação de cadáver, porte ilegal de arma e corrupção de menores por envolverem outros adolescentes no caso. Os três adolescentes que já foram identificados estão à disposição da Justiça e vão responder por estupro e latrocínio. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou a veracidade do vídeo e declarou que um inquérito já foi instaurado para apurar o dono do aparelho que filmou a cena. Daniel Neves Santos Filho e Carlos Alberto Neres Júnior tiveram prisão preventiva decretada e serão encaminhados para outra delegacia.

Além disso, verifique

Ladrão que tomou carro de assalto no Trailer da João Durval é assassinado

Share this on WhatsApp O ladrão identificado como Regivan Pereira de Souza, que era conhecido ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *