Home / Bem Estar / Dieta do ovo cozido: fácil de fazer e ajuda a emagrecer

Dieta do ovo cozido: fácil de fazer e ajuda a emagrecer

A dieta do ovo cozido tem atraído diversos adeptos. Essencialmente, a dieta baseia-se no consumo de um ovo cozido antes das principais refeições diárias, almoço, jantar e café-da-manhã. E tem o intuito de promover a saciedade e reduzir o consumo de calorias durante a refeição seguinte, levando ao emagrecimento.

Como fazer a dieta do ovo cozido

Não há propriamente um plano alimentar específico na dieta do ovo cozido, porém existem algumas premissas que podem ajudar.

Vale procurar consumir o ovo sem sal, já que o sódio aumenta a retenção de líquidos ou utilizar o mínimo possível e a ingestão de líquidos deve ser estimulada, especialmente de água.

A simples inclusão dos ovos cozidos antes das refeições, sem ajustes na quantidade e da qualidade da alimentação (em paralelo a um estilo de vida sedentário) por si só não levará ao emagrecimento, pelo contrário, contribuirá para a adição de calorias extras e, consequente aumento de peso.

Há momentos que o ovo pode ser inserido nas refeições. Como pós-treino, em que há a “janela de oportunidade”, para garantir a recuperação muscular e síntese proteica neste período. Dependendo das necessidades energéticas, proteína extra pode ser aumentada pela inclusão de uma clara de ovo ou mais.

Benefícios da Dieta do ovo cozido

O ovo oferece proteínas de alto valor biológico, uma vez que possui boa digestibilidade e oferece um perfil de aminoácidos completo, incluindo aminoácidos essenciais, ou seja, que o organismo é incapaz de produzir, devendo, portanto, serem obtidos pela alimentação. É na clara que representa de 55 a 60% total do ovo, que se encontra a proteína na forma de albumina, que inclusive é considerada como a proteína de referência para comparar o valor nutritivo de proteínas presentes em outros alimentos.

As proteínas são necessárias para a síntese e recuperação muscular, sendo aliados para praticantes de exercícios físicos no desenvolvimento dos músculos, além de componentes fundamentais para o bom funcionamento do organismo como enzimas, hormônios e para o transporte de substâncias pelo sangue. Sua deficiência está relacionada a grande perda de massa muscular, queda de cabelo e unhas quebradiças, além de menor imunidade.

A gema, por sua vez, carrega vitaminas essenciais ao organismo, como a vitamina A, E e D (é inclusive uma das poucas fontes de vitamina D pela alimentação), presentes na gema justamente por serem vitaminas lipossolúveis, ou seja, solúveis em gorduras.

O tipo de gordura predominante da gema é do tipo monoinsaturada, considerada, um tipo de gordura “boa”. Além disso, o ovo possui vitaminas do complexo B, como a biotina, riboflavina e a colina, que se destaca por se tratar de um componente do neurotransmissor acetilcolina, responsável pelo funcionamento de diversas ações neurológicas, como contração muscular e memorização

Além disso, verifique

Disque Denúncia oferece recompensa de R$ 1 mil por informações sobre Dr. Bumbum

Share this on WhatsApp O Portal dos Procurados divulgou nesta quarta-feira (18) um cartaz com ...

Deixe um Comentário