Home / Destaque / Tristeza: Criança de 3 anos morre afogada em escola de Salvador. Pais acusam negligência

Tristeza: Criança de 3 anos morre afogada em escola de Salvador. Pais acusam negligência

Uma ex-professora da Escola Construir, onde um bebê de 2 anos e 9 meses morreu afogado na manhã desta quinta-feira (15), no bairro do Cabula VI, em Salvador, afirmou que o óbito de Victor Figueredo de Andrade Santos foi uma “tragédia anunciada”.

Sem querer ser identificada, a pró contou que trabalhou durante oito meses no local – entre maio e dezembro de 2017 – e que diversas irregularidades ocorriam no dia a dia da unidade de ensino. Uma delas era justamente o portão próximo à piscina, pelo qual Victor passou para chegar à água – segundo ela, era comum o acesso ficar aberto. De acordo com ela, as irregularidades já começaram com a troca de cargo. Ela diz que inicialmente foi chamada para ser auxiliar de professora, mas que atuava como professora regente.

Além disso, verifique

Itabuna-Ba: Moradores do Góes Calmon ficam sem energia após queda de árvores em fiação elétrica

Share this on WhatsApp Moradores do bairro Góes Calmon em Itabuna, ficaram sem energia após ...

Deixe um Comentário