Home / Brasil e Mundo / Jovem morre asfixiado enquanto fazia sexo oral na namorada! Será verdade?

Jovem morre asfixiado enquanto fazia sexo oral na namorada! Será verdade?

Será verdadeira ou falsa a notícia do jovem apicultor que acabou morrendo após ficar sem ar durante um sexo oral que fazia na namorada?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs nasegunda semana de fevereiro de 2018 e se espalhou rapidamente através de publicações em diversas página no Facebook e em grupos do WhatsApp.

De acordo com o texto, um jovem apicultor chamado António Tordo teria morrido por asfixia após ficar fazendo sexo oral na namorada durante vários minutos!

A fatalidade teria ocorrido em Carrazeda de Ansiães, em Bragança (Portugal) quando o rapaz fez uma visita para a namorada, Jacinta Sultão, depois do trabalho. Durante as preliminares, diz a reportagem, a mulher teria prendido a cabeça do namorado contra a sua vulva para que ele não parasse, e depois de minutos nessa situação, ele teria ficado sem ar e morrido!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Verdade ou farsa?

Uma busca por jornais locais de Bragança (em Portugal) e nos jornais brasileiros e não encontramos nada a respeito. Apenas sites que já conhecemos bem aqui no E-farsas por espalharem notícias falsas publicaram essa história.

Além disso, a reportagem carece de dados importantes como, por exemplo, quando a fatalidade teria ocorrido, para qual hospital a vítima teria sido levada e o nome do delegadoque estaria cuidando do caso.

Origens

A verdade é que rastreamos a origem dessa notícia, como você pode ver a seguir:

No dia 12 de fevereiro de 2018, o site News Rondônia publicou a notícia da morte do jovem português, citando como fonte o site FolhaMax. O FolhaMax, por sua vez, explicou que essa história foi retirada do PortalCM7.

Seguindo esse “telefone-sem-fio”, podemos ler que o PortalCM7 também não foi o autor dessa reportagem, mas seus redatores deixaram bem claro que o texto foi copiado do site lusitano Tá Feio.

O site Tá Feio publicou essa notícia com um aviso de que se tratava de uma brincadeira e que as informações ali publicadas não correspondem à verdade!

Aliás, o Tá Feio deixa bem visível no rodapé do site que trata-se de uma página humorística:

Situação parecida usada foi como defesa

Apesar dessa notícia ser falsa, é bom lembrar que “morte por sexo oral” já foi usada como defesa em uma acusação de assassinato, nos Estados Unidos, em maio de 2017!

Segundo informaram diversas agências de notícias, Richard Henry Patterson, de 65 anos de idade, admitiu que engasgou sua namorada, Francisca Marquinez, de 60 anos. No entanto, para a sua defesa, seu advogado se apoiou no argumento de que a vítima teria morrido por acidente enquanto se ocupava de uma atividade sexual consensual em Richard.

Tudo indica que o júri engoliu essa, visto que ele foi absolvido do crime de assassinato meses depois. A defesa conseguiu convencer os jurados de que o pênis avantajado do seu cliente foi o causador da asfixia, mas que Patterson não teve culpa nesse caso!

Conclusão

A notícia afirmando que um jovem português morreu asfixiado enquanto fazia um sexo oral na namorada é falsa. Ela surgiu em um site humorístico e acabou se espalhando aqui no Brasil como se fosse real!

Além disso, verifique

Em 3 dias, homem agride ex-namorada é preso, justiça manda soltar e ele mata vítima a facadas

Share this on WhatsApp Uma moradora do Distrito Federal de 23 anos foi assassinada a ...

Deixe um Comentário