Home / Policial / Ex-marido confessa ter matado grávida por asfixia

Ex-marido confessa ter matado grávida por asfixia

Matheus Almeida da Silva foi preso na noite desta segunda (12) após se entregar na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Ele confessou ter matado a ex-mulher, a atendente de caixa Katyara Pereira da Silva, por asfixia. A jovem estava grávida de cinco meses. O bebê não sobreviveu.

De acordo com a Polícia Civil, o homem chegou à casa de Katyara e teve uma discussão com ela. Matheus contou que a ex-mulher começou a gritar e ele tentou fazer com que ela parasse, provocando asfixia nela. O corpo de Katyara foi encontrado em sua residência, na manhã de segunda Katyara morava com duas filhas, uma de 3 e outra de 10 anos. Segundo a polícia, a filha mais nova gritava muito no local. Katyara foi encontrada com marcas de agressão no corpo e com um saco plástico na boca. A casa da atendente estava revirada.

Além disso, verifique

Ilhéus registra três homicídios em menos de 24 horas

Share this on WhatsApp Jorge Mário Borges dos Santos, 35 anos, foi assassinado na madrugada ...

Deixe um Comentário