Home / Brasil e Mundo / Advogadas criam força-tarefa voluntária contra posts falsos sobre Marielle

Advogadas criam força-tarefa voluntária contra posts falsos sobre Marielle


Posts e textos que criticam a atuação de Marielle Franco com informações falsas sobre a vereadora, morta na última quarta-feira (14), passaram a ser rastreados por uma força-tarefa. O grupo voluntário formado por advogadas começou a atuar na última quinta (15) para caçar o material supostamente calunioso. Mais de 2 mil denúncias foram enviadas para o e-mail das advogadas desde então. O objetivo é enviar todos os casos apurados com autores identificados para investigação na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) da Polícia Civil ou para retratação pública na Justiça. “O objetivo é que a gente consiga processar todos que tiverem cometido de fato difamação, calúnia, para que essas pessoas possam se retratar. Que a gente não deixe que a memória da Marielle, no sentido da execução deste crime político, seja invertida para algo absurdo como esse ódio destilado na internet está tentando fazer com ela agora”, afirmou o vereador Tarcísio Motta (PSOL), apoiador do movimento ao G1. O vereador se emocionou ao lembrar de quando dividiu a campanha para o cargo em 2016 com Marielle, a quem chamou de ‘amiga-irmã’. Os dois terminaram eleitos. “Nós disputamos a mesma vaga, dividimos a mesma banquinha, o mesmo comitê de campanha, porque não tínhamos muito dinheiro e porque precisávamos ajudar um ao outro”, completou.

Além disso, verifique

Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente

Share this on WhatsApp Uma briga entre irmãos quase termina com uma tragédia. Ao tentar ...

Deixe um Comentário