Home / Destaque / Vereadora Ireuda Silva homenageia ações de combate ao abuso sexual infanto-juvenil

Vereadora Ireuda Silva homenageia ações de combate ao abuso sexual infanto-juvenil

A Câmara Municipal de Salvador promoveu, na tarde desta sexta-feira (18), no lotado Plenário Cosme de Farias, sessão especial em homenagem ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento, requerido e presidido pela vereadora Ireuda Silva (PRB), também celebrou os 27 anos do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca).

Segundo ressaltou a legisladora, os 85 mil casos registrados em 2017 no Brasil não refletem a realidade, por questões associadas à exposição da vítima. “Nós sabemos que há muita omissão. Sabemos também que existem famílias que fazem isso para preservar a imagem da criança ou do adolescente”, frisou Ireuda, defendendo a criação de um plano municipal de enfrentamento ao abuso sexual infantil.

Para a psicóloga Laísa Magnavita, representando a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude, é preciso estar atento aos sinais. “Muitas vezes não estamos preparados para ouvir que alguém de nossa família está passando por violência e a negligência pode causar sequelas irreversíveis”, alertou.

Em reconhecimento ao trabalho do Cedeca, Ireuda Silva destacou que a entidade “presta ações de referência” no Estado. A homenagem foi materializada com a entrega de um diploma de honra ao mérito à instituição.

“Timoneiro” e equipe

Grato pela homenagem prestada pela Casa Legislativa, o coordenador-executivo do Cedeca, Waldemar Oliveira, falou sobre a árdua rotina de trabalho. “É uma luta dura manter nossas portas abertas. Sou uma espécie de timoneiro, que conta com a dedicação de toda a equipe”, salientou.
Nestas quase três décadas, Waldemar Oliveira destacou iniciativas importantes do Cedeca, que iniciou as atividades com foco em homicídios e, a partir de 1994, passou a combater também a violência sexual. O trabalho do Cedeca foi responsável pela criação do plano nacional de enfrentamento à violência infanto-juvenil; a criação de duas varas especializadas na Bahia e o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Conforme Waldemar, o objetivo agora é criar uma força tarefa que indique ao governo estadual a necessidade de aumentar o número de delegacias especializadas.

Na ocasião, lembrou da garota Milena Alves, de apenas 10 anos de idade, estuprada e morta por asfixia em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, na quinta-feira (17). Os três suspeitos de praticar o crime foram classificados pelo coordenador do Cedeca como “monstros”.

A composição da mesa contou ainda com a presença da delegada Cynthia Sales Mascarenhas, da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Crianças e Adolescentes (Derca); André Araújo, coordenador do Comitê Estadual de Enfrentamento contra Violência Sexual de Crianças; André Araújo, coordenador de Ações de Prevenção da Guarda Civil Municipal; Tansir Omani, psicóloga do Conselho Regional de Assistência Social (CRAS); e a conselheira tutelar Ângela Paz.

A sessão especial contou com apresentação da Banda de Música da Guarda Civil Municipal.

Além disso, verifique

CHUVA: DESLIZAMENTO DESTRÓI CASAS E DEIXA MAIS DE 20 DESABRIGADOS EM ITABUNA

Share this on WhatsApp A chuva causou estragos em, pelo menos, quatro bairros de Itabuna. ...

Deixe um Comentário