Home / Policial / Polícia pede prisão de quatro garis acusados de matar economista em Salvador

Polícia pede prisão de quatro garis acusados de matar economista em Salvador

A delegada Maria Selma, titular da 16ª Delegacia da Pituba, já pediu a prisão temporária dos quatro funcionários da Revita, que prestam serviços de limpeza à Limpurb, pela morte do economista Luciano Rodrigues Vieira, 43 anos. Segundo a delegada, três deles se apresentaram espontaneamente, mas, inicialmente, apenas um havia confessado o crime. Ainda de acordo com a delegada, um dos coletores apontou outros dois colegas e o motorista como o autores da agressão que terminou na morte de Luciano. Em depoimento na noite desta segunda-feira (11), eles alegaram legítima defesa. A Polícia Civil teve acesso às imagens de câmeras dos prédios da rua onde o crime aconteceu e conseguiu identificar a briga. Logo depois, os funcionários foram identificados. Os nomes deles não foram divulgados.
A morte
Luciano chegou no Hospital Geral do Estado (HGE) na madrugada de sábado (9), por volta de 2h15. Ele foi socorrido por uma ambulância do Samu após ser espancado na porta de casa na Rua Engenheiro Adhemar Fontes, na Pituba. De acordo com informações do posto policial da unidade, ele deu entrada no hospital com vida, apresentando lesões e traumas. No domingo (10), ele teve morte cerebral confirmada. A família dele autorizou a doação do coração da vítima a um homem de 36 anos.

Além disso, verifique

Itabuna-Ba: Homem é assassinado no bairro Nova Ferradas

Share this on WhatsApp Um homem identificado por Robson Soares de Oliveira, 43 anos, foi ...

Deixe um Comentário