Home / Política / Arimateia se pronuncia sobre a crescente violência contra o idoso

Arimateia se pronuncia sobre a crescente violência contra o idoso

Um em cada seis idosos sofre alguma forma de abuso no mundo. Preocupado, o deputado estadual, José de Arimateia (PRB-BA), coordenador da Subcomissão de Saúde e Atenção ao Idoso, utilizou o Plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), na tarde desta quarta-feira (dia 13), com o intuito de sensibilizar a população baiana acerca da batalha pelas várias formas de violência cometida contra pessoas da terceira idade, ou seja superior a 60 anos. O pronunciamento ocorreu na semana em que é celebrado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra o Idoso, exaltado no próximo dia 15 de junho.

Em seu pronunciamento, o deputado ressaltou dados da Organização Mundial de Saúde divulgados em 2017. A previsão do órgão é de que este índice cresça, pois o estudo aponta que quase 16% dos idosos já foram submetidos a abusos psicológicos (11,6%), abusos financeiros (6,8%), negligência (4,2%), abusos físicos (2,6%) ou abusos sexuais (0,9%).

“Frente a este triste panorama, sinto-me na obrigação de sensibilizar a sociedade baiana, naturalmente incluída neste quadro, para a questão do envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar desta parcela da nossa população. A exemplo disso, um importante Projeto de Lei do Poder Executivo, do qual fui relator, foi aprovado no ano de 2013 pela Assembleia Legislativa da Bahia, criando a Política Estadual da Pessoa Idosa, por meio da lei 12.925”, ressaltou Arimateia, advertindo os idosos que a violência muitas vezes acontece em silêncio, por meio de agressões físicas, mentais e emocionais.

O republicano pontuou a sua luta em defesa dos idosos através de Sessões Especiais anuais, Audiências Públicas, como por exemplo a que debateu o superendividamento do idoso, além da discussão sobre o equacionamento do Plano Petros, que vem trazendo consequências severas à saúde e à vida financeira de aposentados e pensionistas do Sistema Petrobras. Ele advertiu ainda sobre a importância da aprovação dos Projetos de Lei de sua autoria, como o 12.367/2001, que propõe a criação da Delegacia de Proteção ao Idoso e Indicações, como a 18.698/2011, que solicita a implantação do Instituto do idoso, além das que propõem a criação da Delegacia do Idoso na cidade de Feira de Santana, a construção do Hospital do Idoso e Casas de Convivência para idosos vítimas de violência no estado da Bahia.

 

Além disso, verifique

Primeiro debate presidencial tem tom morno e poucos ataques

Share this on WhatsApp Logo na chegada ao estúdio da Band, pouco mais de uma ...

Deixe um Comentário