Home / Destaque / Servidores municipais de Itabuna ocupam câmara de vereadores

Servidores municipais de Itabuna ocupam câmara de vereadores

Os servidores municipais de Itabuna, ocupam, desde segunda-feira (13), a Câmara de Vereadores da cidade. Os serviços no local foram suspensos por causa da ocupação. A categoria está em greve desde a última sexta-feira (10). As escolas municipais estão sem aulas e, nos postos de saúde, apenas 30% dos serviços são mantidos. A ocupação faz parte de um protesto contra a votação do projeto que prevê alteração do regime jurídico dos servidores municipais. Atualmente, os servidores são contratados pelo sistema celetista, que é regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e o projeto prevê alteração do regime.
Caso o projeto seja aprovado, o grupo será funcionário direto do governo e os direitos e deveres estarão previstos em lei municipal. A categoria teme perder direitos garantidos pela CLT. Na tarde de terça-feira (14), quando seria votado o projeto, a sessão foi adiada. Na ocasião, o auditório da câmara estava lotado de servidores municipais que aguardavam o início da votação. Há oito meses o projeto aguarda votação. Foram feitas 150 emendas e, na tarde de terça-feira, mais uma vez era para ser votado, mas não teve sessão. Ainda na terça, uma medida liminar do juiz de direito Ulysses Maynard Salgado determinou a reintegração de posse do prédio à Câmara de Vereadores. Os servidores têm que sair do local em um prazo de até 12 horas sob pena de multa diária de R$ 1 mil para cada ocupante.

Além disso, verifique

Homem morre eletrocutado em liquidificador após salvar esposa em Itambé

Share this on WhatsApp João Garcia dos Santos Filho, de 40 anos, popularmente conhecido como ...

Deixe um Comentário