Home / Destaque / Com 200 jumentos mortos por maus-tratos, fazenda de criação para exportação é interditada em Itapetinga

Com 200 jumentos mortos por maus-tratos, fazenda de criação para exportação é interditada em Itapetinga

Uma fazenda de criação de jumentos localizada na cidade de Itapetinga, no sudoeste da Bahia, foi interditada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, neste mês, após denúncias de maus-tratos aos animais. O local é alvo de investigação da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual (MP-BA). A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) fiscaliza a situação.

 

A estimativa é de que cerca de 200 jumentos tenham morrido no local por maus-tratos. Os animais pertencem à empresa chinesa Cuifeng Lin e são levados para o local antes de serem encaminhados para um frigorífico, onde são abatidos. Em seguida, a carne é exportada para o Vietnã. Com a interdição, a empresa foi impedida de levar novos jumentos para a fazenda. Apenas os que já estavam no local seguem o processo de abate.

A Fazenda Barra da Nega tem 7 hectares, mas chegou a abrigar mais de 800 animais simultaneamente. Mais de 2 mil foram abatidos em um mês. A propriedade foi alugada em junho. Os animais começaram a ser levados para o local em julho. No entanto, segundo as autoridades, o espaço não é apropriado para a criação dos jumentos. Assista à reportagem do Bahia Meio Dia

Além disso, verifique

Deslizamento de terras no Centro de Itabuna, Juracy Magalhães

Share this on WhatsApp A Polícia Militar foi acionada na noite deste domingo (11) para ...

Deixe um Comentário