Home / Política / Datafolha: 6 em cada 10 eleitores de Bolsonaro se informam pelo WhatsApp

Datafolha: 6 em cada 10 eleitores de Bolsonaro se informam pelo WhatsApp

Os eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) são os que mais usam redes sociais para se informar, levando em conta os quatro candidatos com maior índice de intenção de votos. Os dados são da pesquisa do instituto Datafolha, contratada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo e divulgada nesta terça-feira 2.

De acordo com a pesquisa, 81% dos eleitores de Bolsonaro têm conta em redes sociais. Nesse quesito, o capitão só perderia para João Amoêdo (Novo), que tem 96% dos seus eleitores cadastrados nessas plataformas. Ciro Gomes (PDT), tem 72%; Fernando Haddad (PT), 58%; e Geraldo Alckmin (PSDB), 53%.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 61% dizem ler notícias no WhatsApp, e 40% afirmam compartilhar notícias de política na plataforma. Com Ciro, são 46% e 22%, respectivamente; Haddad, 38% e 22%; e Alckmin, 31% e 13%.

Já no Facebook, 57% dos eleitores do candidato do PSL dizem que leem informações sobre o assunto e 31% compartilham conteúdo político. Para Ciro, são 50% e 22%, respectivamente. Haddad, 40% e 21%; e Alckmin, 31% e 14%.

As duas redes, ainda segundo o Datafolha, são aquelas que tem o maior número de usuários declarados durante as entrevistas feitas.

Vídeos

Depois dos eleitores de João Amoêdo, aqueles que disseram votar em Bolsonaro são os que mais assistem a vídeos sobre política. São 63%, contra 69% dos que declararam voto no candidato do partido Novo.

Entre o eleitorado de Ciro, 52% assistem a vídeos. No caso de Haddad, 43%, e de Alckmin, 39%. Os números do Datafolha, no comparativo entre os três, mostram, portanto, que o eleitor do PDT é mais participativo nos meios digitais que o do PT ou do PSDB.

A pesquisa Datafolha ouviu 3.240 pessoas durante o dia nesta terça-feira 2. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob a identificação BR-03147/2018

Os eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) são os que mais usam redes sociais para se informar, levando em conta os quatro candidatos com maior índice de intenção de votos. Os dados são da pesquisa do instituto Datafolha, contratada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo e divulgada nesta terça-feira 2.

De acordo com a pesquisa, 81% dos eleitores de Bolsonaro têm conta em redes sociais. Nesse quesito, o capitão só perderia para João Amoêdo (Novo), que tem 96% dos seus eleitores cadastrados nessas plataformas. Ciro Gomes (PDT), tem 72%; Fernando Haddad (PT), 58%; e Geraldo Alckmin (PSDB), 53%.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 61% dizem ler notícias no WhatsApp, e 40% afirmam compartilhar notícias de política na plataforma. Com Ciro, são 46% e 22%, respectivamente; Haddad, 38% e 22%; e Alckmin, 31% e 13%.

Já no Facebook, 57% dos eleitores do candidato do PSL dizem que leem informações sobre o assunto e 31% compartilham conteúdo político. Para Ciro, são 50% e 22%, respectivamente. Haddad, 40% e 21%; e Alckmin, 31% e 14%.

As duas redes, ainda segundo o Datafolha, são aquelas que tem o maior número de usuários declarados durante as entrevistas feitas.

Vídeos

Depois dos eleitores de João Amoêdo, aqueles que disseram votar em Bolsonaro são os que mais assistem a vídeos sobre política. São 63%, contra 69% dos que declararam voto no candidato do partido Novo.

Entre o eleitorado de Ciro, 52% assistem a vídeos. No caso de Haddad, 43%, e de Alckmin, 39%. Os números do Datafolha, no comparativo entre os três, mostram, portanto, que o eleitor do PDT é mais participativo nos meios digitais que o do PT ou do PSDB.

A pesquisa Datafolha ouviu 3.240 pessoas durante o dia nesta terça-feira 2. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob a identificação BR-03147/2018

Além disso, verifique

Operação do MP-BA afasta cinco vereadores de Itapé

Share this on WhatsApp O Ministério Público Estadual (MP-BA) e a Polícia Militar deflagraram operação, ...

Deixe um Comentário