Home / Brasil e Mundo / Filha mata a mãe com injeção de ar após ver crime de Laureta em Segundo Sol

Filha mata a mãe com injeção de ar após ver crime de Laureta em Segundo Sol

A comerciante desempregada Paloma Botelho de Vasconcelos, 21 anos, matou a própria mãe, a empresária Dircelene Botelho, supostamente inspirada em uma cena da novela Segundo Sol exibida no último dia 2. Na sequência, a vilã Laureta.

“A Paloma admitiu no depoimento que, como a mãe ainda se mexia depois da asfixia, [e por isso] usou a injeção da Laureta para matá-la”, contou. De acordo com Gheren, Paloma procurou uma veia no pé para injetar o ar, usando técnica idênticas às da cafetina da novela. Como não achou uma veia, acabou aplicando a injeção de ar no pulso da empresária. Em Segundo Sol, Laureta matou Januária (Zeca de Abreu) e Galdino com a injeção, que a personagem apelidou de “beijo da morte”. Januária foi enterrada como se tivesse tido um ataque cardíaco. As mortes dos personagens ainda não foram esclarecidas na trama. “A Paloma era depressiva, e todos falam aqui na região que tomava remédios”, contou Leo.

Outro ladoProcurado pela reportagem, o autor de Segundo Sol, João Emanuel Carneiro, afirmou que a ficção “não tem nada a ver com a realidade”, ainda que a suposta autora do crime tenha admitido em depoimento à polícia que imitou telenovela.

Além disso, verifique

Goiás: Vigilante é suspeito de matar porteiro após briga por causa de papel jogado no chão, em Itumbiara

Share this on WhatsApp O porteiro Guilherme Alves Pereira, de 22 anos, foi morto a ...

Deixe um Comentário