Home / Política / Itamaraju: acusado de usar patrimônio público e falsificar documentos, vereador é afastado

Itamaraju: acusado de usar patrimônio público e falsificar documentos, vereador é afastado

A Justiça determinou o afastamento do vereador Francisco Carlos Barbosa Silva (PP), conhecido como Chico do Hotel, da cidade de Itamaraju, no extremo sul baiano. A decisão foi assinada pelo juiz Rodrigo Quadros de Carvalho e publicada no Diário Oficial da Justiça na segunda-feira (29). De acordo com a reportagem, a determinação atendeu o pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que denunciou Francisco por usar o patrimônio do município em proveito dele e falsificar documentos públicos. Segundo o juiz, a conduta de Francisco Carlos causou irregulares e graves prejuízos ao município de Itamaraju, “em absoluta afronta aos princípios constitucionais da moralidade, probidade, honestidade e eficiência administrativa”.
De acordo com a Polícia Civil, o vereador Chico do Hotel já tinha sido detido em 30 de agosto após ser flagrado com um carro cuja placa foi clonada, no centro do município. O corretor que vendeu o veículo para ele foi preso após a ação. O carro foi encontrado depois que o dono do veículo original denunciou o caso. Conforme a polícia, o homem, que mora em Vitória, no Espírito Santo, suspeitou da clonagem após receber multas de Itamaraju, onde nunca tinha ido. Para polícia, o vereador Francisco Silva contou que não sabia do crime. Ele foi ouvido e liberado. Na época, o advogado do vereador, Filipe Zaniboni Nery, informou que o cliente foi vítima e que comprou o carro de boa-fé. O vereador comprou o carro financiado e confiou no vendedor.

Além disso, verifique

Reitora da UESC será a nova secretária de Ciência e Tecnologia do governo Rui

Share this on WhatsApp A reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Adélia Pinheiro, ...

Deixe um Comentário