Home / Política / No início do Novembro Negro, Ireuda Silva pede intensificação no combate ao racismo

No início do Novembro Negro, Ireuda Silva pede intensificação no combate ao racismo

Neste 1º de novembro, mês da Consciência Negra, a vereadora Ireuda Silva (PRB), vice-presidente da Comissão da Reparação, pede que o poder público intensifique e se articule em prol do combate ao racismo. A republicana lembra que o aumento dos casos de discriminação e de assassinato de jovens negros no Brasil compõem um cenário alarmante.

“Segundo o Atlas da Violência 2018, com base em dados do Ministério da Saúde, entre 2006 e 2016, a taxa de homicídios de indivíduos negros cresceu 23,1%. Por outro lado, a taxa entre indivíduos não negros caiu 6,8%”, pontua a vereadora.

“Isso mostra que a luta está longe de chegar ao fim. Além da violência, sabemos que as condições e ofertas de trabalho e renda ainda são extremamente desiguais. E isso se deve, em grande medida, ao fato de que a parcela negra da sociedade é também a mais pobre e com menos acesso a educação de qualidade”, acrescenta Ireuda.

Desde o início do seu mandato, a republicana apresentou uma série de projetos voltados ao tema, entre os quais está a indicação ao governador Rui Costa para implantar uma Delegacia Especializada no Combate a Crimes Raciais e aos Delitos de Intolerância Religiosa. Há também dois projetos de indicação ao presidente da República, Michel Temer, que sugerem o aumento das penas por injúria racial e racismo.

Além disso, verifique

‘O país precisa de uma agenda anticorrupção e anticrime organizado’, diz Moro no voo para se encontrar com Bolsonaro

Share this on WhatsApp O juiz Sergio Moro desembarcou no Aeroporto Santos Dumont, no Rio ...

Deixe um Comentário