Home / Policial / Dupla é presa por se passar por funcionários de banco para conseguir senha e cartões de idosos de Salvador

Dupla é presa por se passar por funcionários de banco para conseguir senha e cartões de idosos de Salvador

Dois homens, de 24 e 30 anos, foram presos suspeitos de se passar por funcionários de bancos e aplicar golpes em idosos de Salvador. Segundo a polícia, somente com uma das vítimas, eles conseguiram roubar R$ 80 mil da conta bancária.

A dupla, que é mineira de Belo Horizonte, foi apresentada à imprensa pela Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (17), na sede 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), em Salvador. Eles foram presos na sexta-feira (14), na orla da Pituba, e com eles foram apreendidos maquinetas de cartões de créditos onde os suspeitos também realizavam compras com os cartões das vítimas.

A delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª DT e responsável pelas investigações, detalhou que a dupla estava hospedada em dois hotéis do bairro de Itapuã, em Salvador e entrava em contato com as vítimas por telefone. Eles diziam que o cartão dos idosos havia sido clonado e pedia que as vítimas entrassem em contato com o banco, através do número impresso no cartão.

Os suspeitos, contudo, não desligavam o telefone e a ligação ficava retida. As vítimas telefonavam para o número que estava no cartão, e achavam que estavam falando com um funcionário do banco, sem perceber que estavam presas na ligação anterior, ainda em contato com os estelionatários.

“Aí surgia a voz de uma mulher, confirmando dados da vítima, pedindo que a pessoa digitasse a senha e dizendo: ‘O motoboy vai na sua casa pegar seu cartão’. Então a vítima dava o cartão para o motoboy, achando que ele era funcionário do banco. Como eles [os criminosos] já tinham a senha das vítimas, eles as roubavam dinheiro das contas das pessoas”, explicou a delegada.

A delegada disse, ainda, que cerca de 31 vítimas da dupla já registraram queixa na delegacia da Pituba. A maior parte delas mora nos bairros da Pituba, Caminho das Árvores e Itaigara. Apenas uma das vítimas reside na Boca do Rio. O primeiro registro do golpe ocorreu em 1º de outubro, e desde então, as investigações foram iniciadas.

Além disso, verifique

Zona sul de Ilhéus registra 2º assassinato em menos de 24hs

Share this on WhatsApp Um jovem ainda sem identificação foi morto com vários tiros por ...

Deixe um Comentário