Home / Educação e Cultura / Aparelho criado por estudantes feirenses detecta 15 doenças pelo sopro

Aparelho criado por estudantes feirenses detecta 15 doenças pelo sopro

Um aparelho criado por duas estudantes feirenses que moram no Rio de Janeiro é capaz de detectar ao menos 15 doenças por meio do sopro. Natália Nascimento e Júlia Nascimento, que são irmãs, pretendem patentear o  produto para fabricar em grande escala e distribuir para hospitais e clínicas do Brasil. 

De acordo com reportagem publicada pelo Acorda Cidade, o dispositivo é muito semelhante ao bafômetro, porém com foco na saúde. As criadoras do aparelho afirmam que ele é capaz de detectar doenças como diabetes, intolerância a lactose, pneumonia, tuberculose, câncer, malária e hepatite.

Em 2011, pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Israel criaram um dispositivo que também era capaz de detectar doenças pelo sopro. Conhecido como Na-Nose, o “bafômetro” é capaz de detectar até 17 doenças como alguns tipos de câncer, bem como Alzheimer, Parkinson e esclerose múltipa. 

Além disso, verifique

Estudantes em Itabuna celebram o Dia Mundial da Água

Share this on WhatsApp O Dia Mundial da Água, celebrado a cada 22 de março, ...

Deixe um Comentário