Home / Destaque / Merendeira salva 50 alunos durante ataque na escola de Suzano

Merendeira salva 50 alunos durante ataque na escola de Suzano

A merendeira Silmara Cristina Silva de Moraes, 54 anos, foi uma verdadeira heroína ao salvar 50 alunos no ataque que matou alunos e funcionário da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP).

A merendeira disse que escondeu os estudantes na cozinha e com a ajuda de outros funcionários ela conseguiu arrastar a geladeira o freezer e fazer uma barricada, após abrigar o máximo de alunos ela trancou a porta para evitar que os atiradores entrassem no local.

Em entrevista ao G1, a merendeira relata: “Nós estávamos servindo merenda e aí começou os ‘pipoco’ e as crianças entraram em pânico. Abrimos a cozinha e começamos a colocar o maior número de crianças dentro e fechamos tudo e pedimos para eles deitarem no chão”.

Além do desespero, Silmara conta que os atiradores pareciam andar por todo lado como se procurassem alguém, atirando para todos os lados. “A gente abaixou e ficou escutando o movimento. Isso durou de 10 a 15 minutos”, diz.

A merendeira relata que todos ficaram acuados em um canto só atrás de uma mesa e que não tentavam olhar o que acontecia lá fora com medo de que eles atirassem pela janela.

Além disso, verifique

Itabuna-Ba: Começou nesta terça-feira (22) a entrega das chaves do Residencial Itapoan

Share this on WhatsApp A Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Assistência Social ...

Deixe um Comentário