Home / Brasil e Mundo / Família de grávida morta em Brumadinho pede indenização de R$ 40 milhões

Família de grávida morta em Brumadinho pede indenização de R$ 40 milhões

As famílias de Fernanda Damian de Almeida, de 30 anos, e Luiz Taliberti Ribeiro da Silva, de 31 anos, entraram na Justiça contra a mineradora Vale solicitando indenização de 40 milhões de reais e um pedido de desculpas às vítimas. O casal, que estava hospedado na Pousada Nova Estância, atingida pela lama, foi vítima do rompimento da barragem de Brumadinho. A mulher estava grávida de cinco meses.

A ação pede a indenização de 10 milhões de reais por familiar morto: Luiz Taliberti, Fernanda Damian, o bebê que se chamaria Lorenzo e Camila Taliberti Ribeiro da Silva, de 33 anos, irmã de Luiz, que também estava hospedada no local. Até o momento a tragédia contabiliza 231 mortos e 41 desaparecidos.

“Nosso objetivo é lutar por uma mudança nos parâmetros indenizatórios por morte praticados no Brasil e que são vergonhosos. A Vale teve lucros superiores a 25 bilhões de reais no ano passado e quer pagar 300 mil reais, 500 mil reais por vida. A própria Vale fez um estudo de quanto valeria a vida humana e estipulou 2,6 milhões de dólares, que dá pouco mais de 10 milhões de reais”, diz o advogado responsável pela ação Roberto Delmanto Junior.

Além da indenização, a ação solicita que a Vale mantenha uma foto das vítimas na entrada de todas as unidades da empresa no Brasil e no exterior com a inscrição: “A vida vale mais do que o lucro. Camila, Fernanda, Lorenzo e Luiz, desculpem-nos por tirar-lhes as suas vidas”. Fonte: Veja Abril

Além disso, verifique

Marília Mendonça leva calote e recebe cheque sem fundo de R$ 130 mil

Share this on WhatsApp Na última semana, a cantora Marília Mendonça se apresentou na cidade ...

Deixe um Comentário