Home / Brasil e Mundo / Família de grávida morta em Brumadinho pede indenização de R$ 40 milhões

Família de grávida morta em Brumadinho pede indenização de R$ 40 milhões

As famílias de Fernanda Damian de Almeida, de 30 anos, e Luiz Taliberti Ribeiro da Silva, de 31 anos, entraram na Justiça contra a mineradora Vale solicitando indenização de 40 milhões de reais e um pedido de desculpas às vítimas. O casal, que estava hospedado na Pousada Nova Estância, atingida pela lama, foi vítima do rompimento da barragem de Brumadinho. A mulher estava grávida de cinco meses.

A ação pede a indenização de 10 milhões de reais por familiar morto: Luiz Taliberti, Fernanda Damian, o bebê que se chamaria Lorenzo e Camila Taliberti Ribeiro da Silva, de 33 anos, irmã de Luiz, que também estava hospedada no local. Até o momento a tragédia contabiliza 231 mortos e 41 desaparecidos.

“Nosso objetivo é lutar por uma mudança nos parâmetros indenizatórios por morte praticados no Brasil e que são vergonhosos. A Vale teve lucros superiores a 25 bilhões de reais no ano passado e quer pagar 300 mil reais, 500 mil reais por vida. A própria Vale fez um estudo de quanto valeria a vida humana e estipulou 2,6 milhões de dólares, que dá pouco mais de 10 milhões de reais”, diz o advogado responsável pela ação Roberto Delmanto Junior.

Além da indenização, a ação solicita que a Vale mantenha uma foto das vítimas na entrada de todas as unidades da empresa no Brasil e no exterior com a inscrição: “A vida vale mais do que o lucro. Camila, Fernanda, Lorenzo e Luiz, desculpem-nos por tirar-lhes as suas vidas”. Fonte: Veja Abril

Além disso, verifique

Modelo transexual que atuou em novela da Globo morre vítima de depressão

Share this on WhatsApp Patrícia Araújo se tornou famosa ao fazer uma participações no cinema ...

Deixe um Comentário