Home / Policial / Justiça nega mais uma vez pedido de exumação do crânio de Gabrielly

Justiça nega mais uma vez pedido de exumação do crânio de Gabrielly


Até agora nenhum suspeito foi preso

O advogado Erdeson Giacomose informou que a família tem esperança de que a menina esteja viva e que os novos exames pudessem dar outro resultado, mas o pedido foi negado e não cabe mais recurso.

A justiça negou, pela segunda vez, o pedido para a exumação do crânio identificado por meio de exame de DNA, da menina Gabrielly Gomes, de 7 anos. A garota desapareceu no dia 21 de janeiro de 2017, quando brincava perto de casa em um residencial no bairro Gabriela, em Feira de Santana. No dia 14 de fevereiro do mesmo ano, um crânio foi encontrado no Anel de Contorno, perto do Conjunto Feira IX, a cerca de 5 Km de distância de onde ela desapareceu.

O pedreiro Joilson Santana, pai de Gabrielly, entrou com o pedido de exumação do crânio, contestando a decisão dos peritos. De acordo com ele na foto do cartaz do desaparecimento de Gabrielly, feita em 29 de dezembro de 2016, a filha estava sem alguns dentes superiores porque estava em processo de troca de dentição. Nas fotos do crânio, enviadas à família pela polícia, de acordo com Joilson, o crânio está com todos os dentes. Ele contou que essa análise das fotografias, fez com que surgisse a esperança de que o crânio não fosse de Gabrielly, e que ela não esteja morta. Entretanto, na decisão divulgada na semana passada, consta que os exames periciais realizados são aptos e suficientes para atestarem, com expressivo percentual de certeza, de que os restos mortais são da garotinha.

 “Na primeira sessão, a desembargadora, Drª Inês, trouxe muita alegria para a gente porque achávamos que iria deferir, mas na outra semana fomos lá, e foi negado. Infelizmente aconteceu isso, através da justiça, a única que poderia determinar o exame de exumação para provar que realmente aquele crânio não é de Gabrielly. Mesmo com a resposta negativa, no pensamento e no coração da gente aquele crânio não é dela. Infelizmente esse tipo de apelação não cabe recurso para o Supremo Tribunal”, informou o advogado, Erdeson Giacomose, ao Acorda Cidade.

Ainda segundo o advogado, o delegado Roberto Leal, coordenador regional de polícia, infirmou que o caso ainda não está encerrado. Até agora nenhum suspeito foi preso. “Para o pai e para a mãe, ela não está morta. Eles ainda têm esperança de que a filha esteja viva. Durante a sessão lá em Salvador, o pai estava presente com a gente, e enquanto nós comunicamos o resultado ele saiu transtornado com os olhos cheios de lágrimas, por causa da decisão. Na minha opinião, provando realmente que aquele crânio não é de Gabrielly, aí claro que automaticamente, a gente, não pelo lado financeiro, mas eu iria entrar com uma ação contra o estado para que responda contra a perícia que foi feita. Se fosse feita a exumação e provasse que não era ela, imagine a vergonha que o estado iria passar”, afirmou Erdeson Giacomose.

Além disso, verifique

Itabuna-Ba: Homem é assassinado com tiros na cabeça no Condomínio Itabuna Parque ( IMAGENS_FORTES)

Share this on WhatsApp Um homem ainda não identificado foi assassinado na noite dessa segunda-feira ...

Deixe um Comentário