Home / Política / Exemplo: Vereadores de MG cortam o próprio salário de R$ 6 mil para R$ 1.200

Exemplo: Vereadores de MG cortam o próprio salário de R$ 6 mil para R$ 1.200

Vereadores de Arcos, cidade do Oeste de Minas Gerais, a 210 km de Belo Horizonte, aprovaram nesta semana um projeto que reduz os próprios salários e os rendimentos do prefeito, vice e secretariado do município. O texto prevê que os vencimentos mensais dos parlamentares tenham um corte de 80%, passando de R$ 6.180,00 para R$ 1.236,00.

O percentual de redução será diferente para os outros cargos. O prefeito, que ganha R$24.224,41 brutos, vai passar a receber metade do valor, ou seja, R$ 12.112. Os rendimentos dos secretários municipais cairá de R$ 7.975 para R$ 6.380 e os do vice-prefeito de R$ 6.458 para R$ 5.166 – redução de 20% em ambos os casos.

Luiz Henrique Sabino Messias (PSB), presidente da Câmara de Vereadores e autor do projeto, defende que a redução é importante para os cofres da cidade e para uma mudança de mentalidade sobre os cargos públicos. O legislador, que é médico, acredita que a política não deve ser vista como fonte de renda.

— Eu entendo que a política não é profissão. Todos nós podemos ter outra fonte de renda, desde que seja fora do horário das atividades. Nós estamos apenas servindo à cidade temporariamente.

Segundo Messias, a redução dos salários pode gerar uma economia de R$ 5 milhões em quatro anos. Contudo, para que isso aconteça, o projeto precisa ser aprovado pelo prefeito Denilson Teixeira (MDB).

O chefe do executivo tem até o próximo dia 11 de junho para analisar a proposta e tomar sua decisão. Caso opte por vetar as mudanças, o projeto volta para a Câmara e os vereadores podem derrubar o veto, caso seja a vontade da maioria.

Se o corte salarial for mantido, ele começa a valer na próxima gestão, que assume em 2021, conforme prevê a legislação.

A reportagem tentou contato com o prefeito, mas ele estava ocupado em agenda neste sábado (1).

    • A favor da redução:

Aparecida Alves (PR)
Donizete Bernardes (PTB)
Hugo Romano (PSDC)
João Paulo Teixeira (PSD)
Luiz Henrique sabino Messias (PSB)
Marcelo Estevam (PV)
Rodrigo Carvalho (PRB)

    • Contra a redução

Aparecida Rabelo (PC do B)
Geraldo Adriano (MDB)
Jamir Soares (MDB)
João Carlos (PTC)
Magda Fontes (PSDB)
Vinícius Machado (PSB)

Além disso, verifique

Ireuda Silva lembra papel importante de mulheres na Independência da Bahia: “É nosso dever homenageá-las”

Share this on WhatsApp No mês em que concede o Prêmio Maria Felipa a mulheres ...

Deixe um Comentário