Home / Esporte / Mesmo sem patrocínio, judoca de Ilhéus é o 1º do ranking

Mesmo sem patrocínio, judoca de Ilhéus é o 1º do ranking

Bicampeão da Copa Bahia de Judô Veteranos, tricampeão da Mega Etapa do Circuito Baiano, octacampeão do Circuito Baiano, 2º colocado no Campeonato Baiano Blackbelt, 3º colocado no Campeonato Brasileiro Veteranos A-66kg, e duas vezes premiado Atleta Destaque Veteranos. Essas foram algumas das conquistas do judoca de Ilhéus, Hakson Andrade nos últimos dois anos. Ainda assim, busca ajuda financeira para participar de novas competições. O atleta finaliza 2019 como o 1º do ranking. Em entrevista recente concedida à uma emissora de rádio da cidade, Hakson Andrade contou sua trajetória vivida nos anos de 2018 e 2019, nas competições estaduais, nacional e internacional. Durante o bate-papo, lamentou a falta de patrocínio, apesar de hoje ocupar, pelo segundo ano consecutivo, o topo do ranking estadual. Com as chamas da esperança, o judoca detalhou sua perspectiva para o ano de 2020, caso encontre apoio. O ano de 2019 para Hakson foi aterrorizante. Com os sonhos de conquistas interrompidos, o atleta perdeu a liderança do ranking nacional por falta de apoio. O Faixa Preta não pode representar Ilhéus no brasileiro, no pan-americano e no mundial de judô fora do país, ao se esbarrar em dificuldades para arcar com os custos da viagem. Recorreu a campanhas de financiamento e sorteios de alguns produtos e serviços, ainda assim não foi suficiente. Não é só o judoca ilheense quem perdeu patrocínio. Em diversas categorias do esporte, atletas que ganharam os holofotes e fizeram história durantes importantes competições no país, também passam por isso, como é o caso do canoísta baiano Isaquias Queiroz, que se consagrou o primeiro brasileiro a subir no pódio três vezes em uma só edição dos jogos olímpicos. O abandono do apoio põe em xeque o legado desses profissionais do esporte. No final da entrevista, Hakson fez um agradecimento especial a equipe que apoia seu trabalho, além de alguns colaboradores durante sua trajetória, como é o caso da Prefeitura de Ilhéus. Quem quiser ajudar o atleta pode contatá-lo pelos telefones: (73) 98824-9980 ou 99993-2221. Disponibilizou o número da sua conta bancária no Banco do Brasil – Agência 0019-1 – Conta corrente 67515-6. Acompanhe seu trabalho nas redes sociais: @haksonjudo

Além disso, verifique

Audiência sobre agressão do goleiro Jean à ex-mulher termina sem acordo

Share this on WhatsApp Milena Benfica acusa o atleta de agredi-la durante viagem aos EUA ...

Deixe um Comentário