Home / Brasil e Mundo / Igreja processa Netflix e Porta dos Fundos por especial de Natal de 2018 e pede R$ 1 bilhão

Igreja processa Netflix e Porta dos Fundos por especial de Natal de 2018 e pede R$ 1 bilhão

A Netflix e o grupo Porta dos Fundos são alvo de uma nova ação judicial pela exibição do especial de Natal “Se beber, não ceie”, de dezembro de 2018. A ação é movida pela Igreja Pentecostal Brasa e pede indenização de R$ 1 bilhão por danos morais. Na sátira, após uma bebedeira na última ceia, os discípulos de Jesus acordam de ressaca e percebem que perderam o messias.


Em janeiro deste ano, o desembargador Benedicto Abicair, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), suspendeu a exibição do Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo na Netflix. O magistrado determinou a suspensão da obra a pedido do Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. O desembargador afirmou que o direito à liberdade de expressão, imprensa e artística não é absoluto. 

Além disso, verifique

Vendedor de salgados sem uma das mãos é humilhado por cliente após demora na entrega: ‘Fiz com maior carinho’

Share this on WhatsApp O desabafo de um vendedor de salgados que possui apenas uma ...

Deixe um Comentário