Home / Destaque / Centro de Cultura mais uma vez interditado

Centro de Cultura mais uma vez interditado

Nos últimos anos, o Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, tem sido alvo de um verdadeiro abrir e fechar de portas para a comunidade. Uma reunião ontem (23), com a participação do Ministério Público, Corpo de Bombeiros e direção do local, determinou mais uma interdição. A decisão ocorre depois de duas multas, devido a problemas na estrutura, e um ano de notificações. Durante o encontro, a Diretoria de Espaços Culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-Ba) tentou adiar o fechamento, mas não obteve êxito. Até então, o Corpo de Bombeiros vinha alertando para problemas, como: falta de uma brigada de incêndio, de iluminação de emergência e o fato de não ter detecção de alarmes de incêndio. Os extintores também são considerados inadequados; o Centro não possui proteção de descargas, os chamados para-raios, e o muro ao redor já foi condenado pela Defesa Civil por oferecer risco a quem passa pela calçada. Ao final da reunião, ficou decidido que só serão permitidos expedientes administrativos, até que sejam cumpridas as medidas determinadas pelos bombeiros. Estão proibidas, por exemplo, aulas de forró, zumba, feiras, peças de teatro e demais eventos no local. Vale lembrar que o Centro de Cultura Adonias Filho ficou interditado por quase dois anos, para que fosse feita uma reforma pela Secretaria de Cultura do Estado. À época, após deixar a direção da casa, o ator Aldo Bastos fez duras críticas à demora na reabertura do espaço e a intervenções que retiraram pinturas feitas na parede, assinadas por artistas regionais. O local voltou a funcionar em setembro de 2015 e a nova interdição sugere que não foi feita a devida reforma. (Diário Bahia)

Além disso, verifique

Jovem é assassinado com vários tiros na Fonte de Lili dois amigos saíram baleados

Share this on WhatsApp O jovem Djailson Santiago Constantino, 23 anos, que residia no bairro ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *