Home / Destaque / Camaçari-BA: Mãe mata bebê arremessando no chão

Camaçari-BA: Mãe mata bebê arremessando no chão

mulher

A mulher que foi presa em flagrante acusada de matar o próprio filho de apenas dez meses já tinha ameaçado já havia ameaçado matar a criança outras vezes. Ela chegou a dar para o bebê remédios de tarja preta voltada para adultos
Aline Alves de Jesus, de 28 anos, arremessar o filho no chão após mais uma discussão com o marido. Na delegacia, ela disse que estava apenas brincando, querendo dar um susto no companheiro.

— Eu fui tentar segurar ele porque eu levantei de uma forma alta, ameaçando jogar no chão, mas foi brincadeira que eu fiz, aí ele escapuliu e bateu, porque ele é mole demais, só tem dez meses
As brigas entre ela e o companheiro eram constantes. O casal estava junto há pouco mais de um ano e os dois estavam desempregados. As despesas da casa eram pagas por Aline com o dinheiro de um benefício social. De acordo com a mulher, o companheiro gastava todo o dinheiro da pensão dela com bebida alcoólica. Aline resolveu fazer ameaças dizendo que iria agredir a criança se ele não mudasse a postura. Durante a discussão, ela jogou o menino no chão
Foto: Reprodução/Record Bahia
A criança já caiu desacordada e foi levada para um hospital de Camaçari, na região metropolitana de Salvador. Na unidade, os médicos constataram as gravidades das lesões na cabeça Messias de Jesus Leite, que foi transferido às pressas para um hospital em Salvador, mas não resistiu aos ferimentos
A delegada Taís Siqueira afirmou que a versão da mãe de que a criança escorregou foi descartada.

— A criança foi arremessada e com muita força ao chão. Tanto que ao cair ela já ficou desacordada e na hora do socorre, segundo uma testemunha, a criança já não respirava. Tentou reanimação espontânea por três minutos, não conseguiu. Foi necessário adrenalina e mais quatro minutos de reanimação, então, essa criança se sobrevivesse ia ter sequelas graves
A delegada afirmou que o menino já vinha sofrendo agressões e a polícia vai oficializar a Secretaria de Saúde e o Conselho Tutelar para saber por que ela estava com a criança, já que foi dito que a mulher tem problemas psiquiátricos.

— Segundo a própria vizinha, (a mãe) já tinha dito em outras vezes que ela falou que iria matá-la
A ex-babá chegou a dar remédios de tarja preta para a criança.

— Realmente eu dava o remédio, a médica reclamou comigo

Além disso, verifique

Itabuna: Foragido da Justiça é preso na BR-101; documento ‘traiu’ motorista

Share this on WhatsApp Um homem foragido da Justiça foi preso em Itabuna, no sul ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *