Home / Policial / Homicídio em Eunápolis; vítima foi morta a pauladas

Homicídio em Eunápolis; vítima foi morta a pauladas

O homem encontrado morto em uma estrada rural no município de Eunápolis foi identificado pelo irmão. Ele foi ao Instituto Médico Legal após tomar conhecimento do crime, por meio da reportagem publicada no site Radar 64. Segundo ele, Marcos Oliveira de Jesus, 25 anos, vivia em situação de rua, pois o seu pai não aceitava o fato dele ser usuário de drogas. O irmão afirmou que Marcos esteve em sua casa há 25 dias. “Eu sempre o ajudava com dinheiro e roupas”, contou o irmão, que não quis se identificar. O corpo de Marcos foi encontrado na manhã de terça-feira (14), coberto por uma lona, a cerca de quatro quilômetros da BR-367. A perícia constatou que ele foi morto a pauladas. Para poder sustentar o vício por drogas, Marcos realizava pequenos furtos em casas e fazendas, frisou o irmão. O enterro vai ser realizado ainda na manhã desta quarta-feira, no Cemitério da Saudade, no bairro Juca Rosa. MECÂNICO NÃO RESISTE – Foi enterrado na manhã desta quarta-feira (15), no cemitério da Consolação, no bairro Pequi, o mecânico Fábio Neres dos Santos (foto), 35 anos. Ele havia sido atingido por um tiro nas costas há pouco mais de quatro meses, na praça do conjunto residencial Arnaldão, em Eunápolis. Fábio ficou internado durante um mês. Depois desse período, ele retornou para casa e já estava fazendo fisioterapia e tentando retornar a vida normalmente, mas teve uma recaída. Os investigadores da Delegacia Territorial de Eunápolis informaram que continuam buscando informações que possam ajudar a identificar o bandido que atirou em Fábio. A polícia já sabe que o mecânico foi ao bairro Arnaldão fazer a cobrança de um débito. A carteira de Fábio, roubada no dia do crime, foi encontrada algum tempo na Praça Paulo Sexto, bairro Pequi, somente com os documentos. Quem tiver informações que possam ajudar a polícia a esclarecer o assassinato deve entrar em contato com o Serviço de Investigação da Delegacia Territorial, pelo telefone (9090) 98196-3666. A ligação pode ser a feita a cobrar e o cidadão não precisa se identificar.

Além disso, verifique

Prado: Índio mata a esposa e depois comete suicídio no sul da Bahia

Share this on WhatsApp O homicídio seguido de suicídio aconteceu na tarde deste domingo, dia ...

Deixe um Comentário