Home / Brasil e Mundo / Noivo morre dois dias após casamento e 100 convidados testam positivo para coronavírus na Índia

Noivo morre dois dias após casamento e 100 convidados testam positivo para coronavírus na Índia

uase 100 pessoas podem ter sido infectadas com o novo coronavírus, após um casamento na Índia. O noivo morreu com os sintomas da doença dois dias após a cerimônia, da qual participaram mais de 350 amigos e familiares.

De acordo com a CBS News, o noivo trabalhava como engenheiro de software em Délhi e foi para sua cidade natal Paliganj, em Bihar, para se casar em meados de maio. Antes mesmo do casamento, ele começou a apresentar os primeiros sintomas da doença. No entanto, ele não fez o teste para Covid-19 e a família ignorou o pedido de adiamento do casamento.

Um parente contou ao The Indian Express, que as duas famílias optaram por não adiar a cerimônia por causa de possíveis perdas financeiras. No dia do casamento, o noivo tomou remédio sem prescrição médica para baixar a febre e curtiu o evento com a noiva e seus convidados. Dois dias depois, ele foi levado para o hospital com uma piora no quadro de saúde, mas morreu antes mesmo de chegar à unidade de saúde.

Ainda segundo a CBS News, a família cremou o corpo do jovem antes de alertar as autoridades. Por isso, ele não chegou a ser testado para a doença. Em junho, a Índia flexibilizou as medidas de restrição e isolamento social contra o novo coronavírus. No entanto, casamentos só poderiam ocorrer com até 50 convidados. O governo local está investigando como o grande casamento foi permitido.

Após serem informados sobre o caso por um parente, as autoridades iniciaram os testes para Covid-19 nos convidados do evento. A noiva do jovem não se contaminou. Um relatório do India Today confirma que até 15 pessoas que estiveram no casamento deram positivo para o coronavírus.

Na última segunda-feira, um novo relatório apontou que pelo menos mais 80 pessoas haviam testado positivo para o vírus na aldeia onde a cerimônia ocorreu. Os moradores da região consideram o casamento um exemplo de “disseminação em massa” em Bihar.

Além disso, verifique

‘Quero rosas brancas enfeitando meu caixão’, disse técnico de enfermagem à mãe antes de ser entubado e morrer de Covid em MT

Share this on WhatsApp A mãe do técnico de enfermagem Klediston Kelps, de 22 anos, que ...

Deixe um Comentário