Home / Destaque / Uesc dá início a processo de normatização de oferta de atividades mediadas por tecnologia 

Uesc dá início a processo de normatização de oferta de atividades mediadas por tecnologia 

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), no sul do estado, está autorizada pelo Conselho Superior (Consu) a ofertar atividades mediadas por tecnologia em meio à pandemia, e nesta semana vai dar início aos trâmites para viabilizar a normatização. Nesta quarta-feira (12) será definida uma comissão com conselheiros do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Consep). 

A pró-reitora de graduação da Uesc, Rosana Lopes, explica que a reitoria criou uma comissão com representação do setor administrativo, acadêmico e técnico, além de ter feito uma pesquisa com alunos, docentes e servidores. “Fizemos um relatório e a partir desse documento a gente se reuniu no Consu, porque foi o conselho que havia suspendido as atividades. E foi autorizado o desenvolvimento de atividades que ficou intitulado como não presenciais, mas na verdade são atividades mediadas por tecnologias. E agora nós vamos normatizar sobre isso”, esclareceu Rosana. 

Segundo a pró-reitora, caberá ao grupo de trabalho do Consep a elaboração de uma minuta que será apresentada para apreciação do órgão para enfim se viabilizar a normatização.

“Vão apresentar o documento e vai ser estabelecido prazo e como vai ser discutida essa modalidade. Acredito que em 30 dias, normalmente esse é o período, para a comissão apresentar resultados”, disse Rosana ao BN.

Ela ainda pontuou algumas das demandas que deverão ser analisadas pela comissão. Que seja opcional aos alunos que o período em que houver a oferta de atividades remotas não conte para tempo de integralização, por considerar que pode ser prejudicial ao estudante. E também que as disciplinas cursadas nesta modalidade sejam aproveitadas no histórico dos alunos. 

“Mas isso são alguns itens que a gente vai tentar buscar, discutir ainda, não tem nada definido, somente a partir da minuta do conselho é que se terá essa definição”, ressalta.

UFBA ADOTA SEMESTRE SUPLEMENTAR

Na Universidade Federal da Bahia (Ufba), após quatro meses com o semestre suspenso, a decisão foi de manter as atividades presenciais dessa forma. A instituição aprovou a realização de um semestre suplementar de atividades online, que será realizado em caráter emergencial até o final do ano de 2020. A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário (Consuni) no mês passado (saiba mais aqui).

Ficou acordado que o semestre suplementar terá um calendário próprio, a ser definido pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe). Já o calendário de retomada dos semestres regulares do ano letivo de 2020, em 2021, será definido posteriormente.

Além disso, verifique

Jequié: Após afastamento de prefeito, vice assume cargo interino por 60 dias

Share this on WhatsApp O vice-prefeito de Jequié, no Sudoeste, Hassan Iossef, assumiu como prefeito ...

Deixe um Comentário